CURSO DE PERSPECTIVA A MÃO LIVRE PARA ARQUITETOS

SÃO 6 HORAS E 33 MINUTOS DE CURSO, DIVIDIDAS EM 40 AULAS

Em 40 aulas (mais futuras atualizações grátis) e mais de 7 horas de curso, vamos passar exercícios necessários e iniciais para você desenvolver melhor o seu traço, deixá-lo mais reto e mais preciso, além de falar sobre o peso da mão sobre o papel e como controlar a pressão da caneta e do lápis na hora de desenhar.

Abordaremos o assunto dos materiais, como, por exemplo, para que serve cada papel especial e cada caneta utilizada.

Suas características e suas qualidades, onde utilizar cada material e como aplicá-los corretamente em suas perspectivas.

Também faremos exercícios de croquis de projetos utilizando canetas diferentes e soltando mais o braço, melhorando o processo de fixação das suas ideias para o papel.

Ensinaremos como construir e desenhar perspectivas à mão livre, mas todas com 1, 2 ou 3 pontos de fuga para que seu desenho tenha a proporção e a perspectiva correta.

Para auxiliar neste processo de ensino, utilizaremos volumes simples como exemplos iniciais e depois faremos perspectivas de edifícios existentes, como, por exemplo, o MUBE e o MASP.

Outro assunto abordado no curso é a perspectiva “olho de peixe”, que é um desenho semelhante ao efeito dado pela lente de uma máquina fotográfica, onde é possível observar ângulos opostos e distantes, como, por exemplo, as duas pontas de uma mesma rua.

Além da construção da perspectiva, vamos abordar a aplicação correta da luz e sombra sobre os objetos em perspectiva e em edifícios existentes.

DESENHO DE VEGETAÇÃO

Uma grande dificuldade na hora de fazer um desenho é a apresentação da vegetação, mas vamos explicar em algumas aulas o seu desenho em planta e em perspectiva, valorizando o volume e suas sombras.

DESENHO DE FIGURA HUMANA

Como a figura humana também faz parte da perspectiva, nos proporcionando a noção de escala em um desenho, vamos desenhá-las de forma mais simples e mais detalhadas para serem aplicadas corretamente em seus desenhos.

Vamos abordar o desenho através da observação, utilizando uma caneta ou um lápis como referência, e aplicaremos a técnica do grafite sobre o papel Canson.

ILUSTRAÇÃO DE DESENHOS

Para as ilustrações, utilizaremos o lápis de cor, primeiramente em volumes mais simples e, depois, em um edifício que vamos desenvolver durante o curso.

Outra técnica muito importante que vamos ensinar é o uso das canetinhas marcadores, onde vamos aplicar para ilustrar várias perspectivas desenvolvidas durante todo o curso.

Esta técnica permite apresentar e ilustrar desenhos de forma muito rápida e profissional.

Comprar
Compartilha Esta Página: