Curso de Criação Consciente para Pais

Ao entrar no curso de Criação Consciente para Pais, você será capaz de:

  • Entender o que os comportamentos desafiadores dos seus filhos comunicam para a partir desse entendimento resolver as questões que o desencadeiam.
  • Criar as condições necessárias para o desenvolvimento de comportamentos positivos e saudáveis.
  • Compreender melhor as suas próprias emoções e sentimentos gerados pelos comportamentos desafiadores dos seus filhos.
  • Entender e desconstruir seus julgamentos internos que minam a sua autoestima e autoconfiança enquanto mãe ou pai.
  • Ter maior consciência dos seus mecanismos internos e dos padrões que bloqueiam a sua conexão com a solução de problemas.
  • Ter maior consciência dos mecanismos que influenciam os comportamentos dos seus filhos.
  • Oferecer uma educação emocional plena e saudável para os seus filhos.
  • Lidar com as inseguranças e temores que envolvem a criação dos filhos.
  • Ter mais autonomia nas suas decisões, sem se abalar com influências e julgamentos externos.
  • Construir uma rotina mais leve, positiva e saudável para você e toda a sua família.
  • Tomar um banho longo e demorado e ter uma boa noite de sono. Bem… Isso não podemos prometer, mas trabalhamos duro para que você chegue lá…

E estará preparado para:

  • Lidar com os comportamentos desafiadores que os seus filhos apresentarem no decorrer da vida.
  • Desenvolver comportamentos positivos e saudáveis enquanto mãe ou pai, deixando para trás a violência estrutural e inconsciente acumulada durante a sua vida.

Essa é uma realidade que está disponível para você que se identifica com um ou mais desses fatores:

  • Está começando a trilhar novas abordagens de educação parental e criação de filhos.
  • Pensa que essas “teorias” serão difíceis de aplicar com a sua família.
  • Acha que seus filhos precisam crescer mais para você começar a estudar sobre esse assunto.
  • Já conhece outras metodologias como Disciplina Positiva, Criação com Apego etc., mas sente ainda muitas dificuldades em aplica-las.
  • Acredita que tem algo errado consigo mesmo, pois a parentalidade não parece ser algo tão natural.
  • Sofre com a ansiedade e as incertezas que envolvem educar uma criança.
  • Se julga demais e é julgado demais pelas suas escolhas com os filhos, e está sempre com medo de fazer algo errado e sofrer as consequências mais tarde.
  • Tem medo de ser “mole demais” com as crianças e com isso prejudicar o desenvolvimento delas.
  • Acha que já errou demais com os filhos e que agora não tem mais jeito.
  • Ainda não tem clareza sobre qual a melhor forma de criar os seus filhos.
Compartilha Esta Página:

Leave Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *